Chacina em Ibaretama: homens armados invadem casa e matam sete pessoas no Ceará

image_pdfimage_print

Uma criança, seu tio e uma mulher estão entre as vítimas. A polícia suspeita de conflito entre facções e faz buscas pelos criminosos.

Homens armados invadiram uma casa e mataram sete pessoas — entre elas, uma mulher e uma criança de 7 anos —, em Ibaretama (CE), na madrugada desta quinta-feira (26).

Segundo a polícia, os homens estavam encapuzados e, por volta das 3 horas, entraram pelos fundos da casa, que fica no distrito de Pedra e Cal. Eles abordaram as vítimas e efetuaram os disparos. Não se sabe quantos participaram do crime; até as 13h02, ninguém havia sido preso.

Foto: Leabem Monteiro/SVM
Foto: Leabem Monteiro/SVM

O número de mortos foi confirmado pela equipe da Perícia Forense do Ceará, mas as identidades das vítimas ainda não foram divulgadas oficialmente. Moradores da localidade afirmaram que entre os mortos está uma criança e seu tio. A mãe do garoto também foi baleada, mas sobreviveu.

A mãe de um dos homens mortos, que preferiu não se identificar, disse ficou abalada com o fato e que não sabe o que poderia ter motivado o crime.

“Eu recebi a informação por telefone. Meu filho era quieto, ele me ajudava em casa. Acredito que ele estava aqui [na casa] e vieram matar os outros. É muito triste, não sei como a família vai resistir não”, afirmou.

Investigação

Foto: Leabem Monteiro/SVM
Foto: Leabem Monteiro/SVM

Policiais que participam das investigações e estiveram no local nesta quinta relataram que o crime pode estar ligado à disputa entre facções criminosas na região. No entanto, o caso continua sendo apurado pela Delegacia Regional de Quixadá e Divisão de Homicídio.

Equipes das polícias Civil e Militar realizam buscas na região para tentar localizar os suspeitos. Uma aeronave auxilia nas buscas.

Ibaretama é uma cidade com cerca de 13 mil habitantes e fica a 138 km de Fortaleza.
Segunda chacina em um mês

Essa é a 2ª chacina registrada no estado em pouco mais de um mês.

No dia 18 de outubro, cinco homens foram assassinados a tiros em uma residência na Rua Manuel Vieira de Carvalho, no município de Quiterianópolis, a 410 quilômetros de Fortaleza. Um sexto homem ficou ferido e foi socorrido em um hospital na região.

Na ocasião, as vítimas estavam consumindo bebidas alcoólicas quando quatro homens armados entraram no local, pediram para as pessoas ficarem deitadas e efetuaram vários disparos, conforme as testemunhas.

As vítimas foram identificadas como: Irineu Simão do Nascimento, 25 anos, José Reinaque Rodrigues de Andrade, 31 anos, Etivaldo Silva Gomes, 23 anos, Antônio Leonardo Oliveira Silva, 19 anos, e Gionnar Coelho Loiola, 31 anos.

Aumento da violência no Ceará
O estado sofreu um forte aumento da violência no primeiro semestre de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado. O número de assassinatos cresceu em 102,3%, passando de 1.106 assassinatos de janeiro a junho de 2019 para 2.245 em 2020, conforme a Secretaria da Segurança Pública. O aumento é o maior do país, segundo o Monitor da Violência.

Entre os motivos para a escalada da violência, pesquisadores citam o conflito entre facções criminosas que disputam território de tráfico de drogas; o deslocamento de policiais para funções sanitárias durante a pandemia de Covid-19 e a greve de parte dos policiais militares do estado em fevereiro.

 
Foto: Reprodução
Por: G1 CE

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/procon-alerta-consumidor-sobre-compras-online-na-black-friday/

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: