Equatorial Pará orienta sobre prevenção de acidentes elétricos com o uso do celular

image_pdfimage_print

Descargas atmosféricas com o uso inadequado de aparelhos conectados à tomadas podem ser fatais

Durante a pandemia do novo coronavírus, o entretenimento virtual teve um aumento significativo no mundo todo. Jovens, adultos e até crianças estão cada vez mais conectados ao aparelho celular como uma forma de interagir socialmente. Porém, esse hábito pode trazer sérios danos se não forem tomadas medidas de precaução relacionadas a acidentes elétricos.

Uma estimativa feita pela Equatorial Pará indica que a maioria dos casos desses acidentes relacionados ao uso de aparelhos conectados é causada por falta de conhecimento, distração ou até descasos com as orientações de segurança. A distribuidora alerta para a prevenção desses casos que começam no momento da compra até a utilização dos equipamentos.

Primeiramente, é importante saber que o perigo é causado porque quando um aparelho está ligado na tomada, a bateria aumenta a temperatura automaticamente e ao manuseá-lo, a tendência é superaquecer ainda mais, o que pode levar à explosão.

O executivo de Segurança da Equatorial, Alex Fernandes, explica o porquê do perigo nesses casos.

“Usar o aparelho celular conectado à tomada é altamente perigoso, pois caso aconteça uma descarga da rede elétrica, o usuário correrá sérios riscos de levar um choque. O risco é maior ainda em dias de chuva devido a possíveis descargas elétricas intensas. Esse é um hábito que deve ser evitado por qualquer pessoa”, destaca Alex.

 

“O alerta começa desde a compra dos equipamentos que precisam passar por uma supervisão do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), para serem comercializados. Os carregadores e cabos devem ser originais do aparelho, pois devido às diferentes configurações de voltagem e amperagem entre os modelos, eles podem oscilar nos equipamentos e causar danos irreversíveis”, finaliza.

Vale ressaltar, que cuidar da rede elétrica doméstica é crucial para evitar qualquer acidente dessa natureza, seja com celulares ou outros equipamentos eletrônicos. É que toda rede elétrica e as tomadas têm um prazo de validade, geralmente de cinco anos. Após esse período, é necessário fazer a manutenção. É muito importante não sobrecarregar a rede da residência.

Outras orientações:

Outro ponto importante é jamais utilizar itens malconservados, como baterias inchadas, com um formato diferente da original, pois elas carregam muitos componentes químicos que podem vazar e causar danos às pessoas.

Também não se pode deixar o celular carregando sobre superfícies em contato com a água, como banheiros e cozinhas, e propícios a incêndios, como as camas, banco do carro, perto de cortinas, objetos de madeira ou outros que propaguem fogo. Escolha superfícies lisas e em locais arejados.

Fonte:Equatorial Pará – Com Foto

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: