Médico investigado pela morte da namorada é preso em hospital onde trabalha em Altamira

image_pdfimage_print

Vandré Corrêa havia descumprido medidas cautelares impostas pela Justiça. A Polícia Civil informou que continua investigando o caso.

Um médico foi preso nesta quinta-feira (26) em um hospital público onde trabalhava em Altamira, sudoeste do Pará. Segundo o Ministério Público do Pará (MPPA), Vandré Corrêa havia descumprido medidas cautelares impostas pela Justiça. Ele é investigado pela morte da namorada em uma moto aquática no rio Xingu.

Ainda de acordo com o MPPA, o descumprimento das medidas judiciais foi informado à polícia por denúncias anônimas. O médico foi detido, levado para a delegacia da cidade, mas ficou preso por apenas 4 horas. Em depoimento, ele negou o descumprimento das medidas e conseguiu o relaxamento da prisão.

O incidente ocorreu no dia 24 de outubro. Segundo a polícia, Vandré Cunha passeava com a namorada, que pilotava uma moto aquática e bateu em uma pedra. A mulher desapareceu. O médico foi socorrido e levado ao Hospital Regional.

Sobre a morte da namorada, Vandré disse que ficou 45 minutos à deriva no rio Xingu, pedindo socorro, e que a mulher sumiu na água sem ele perceber.

A Polícia Civil informou que continua investigando o caso.

 
Foto: Reprodução/Internet
Por: Por G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: