Atraídas por praia de nudismo, mulheres podem estar sendo vítimas de violação sexual em Alter do Chão

image_pdfimage_print

De acordo com a denúncia, um homem estaria se passando por artista para ter contato com mulheres nuas. Vítimas são turistas.

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar a suspeita de crime de violação sexual mediante fraude na vila balneária de Alter do Chão, em Santarém, oeste do Pará. Segundo a denúncia, um homem estaria se passando por artista para ter contato com mulheres nuas.

De acordo com o delegado Alexandro Napoleão, que preside o inquérito, o caso envolve a realização de passeios a um atrativo turístico que está em alta o ano inteiro na vila balneária, que fica cerca de 37 km da área urbana da cidade.

Ainda de acordo com a denúncia, as vítimas são principalmente turistas do sexo feminino.

“Chegou ao conhecimento da polícia que um indivíduo que realiza passeios, estaria vendendo pacotes de passeios envolvendo uma visitação a uma praia de nudismo. E após se despirem, as mulheres poderiam ser pintadas com argila e outras tinturas indígenas. As mulheres estão constrangidas, pois ao chegar ao local elas percebem que não se trata de uma praia de nudismo e lá elas acabam sendo assediadas por ele”, contou o delegado Alexandro.

Ainda de acordo com a denúncia, pelo menos três mulheres já procuraram a polícia para registrar o caso. O delegado alerta que na vila balneária não existe oficialmente praias de nudismo. Esse tipo de passeio também não tem regulamentação.

A Polícia Civil orienta também que outras mulheres que tenham sido vítima do suspeito, que procurem a delegacia para registrar a ocorrência e colaborem para as investigações sobre o caso. A identidade das denunciantes será mantida em sigilo, como prevê a lei.

“Em casos que envolvem a dignidade sexual, deve ser adotado um procedimento e nada será revelado. É um procedimento que corre em segredo de justiça”, completou.

 

 

Foto: Rodolfo Oliveira/Agência
Por Dominique Cavaleiro e Cissa Loyola, G1 Santarém e TV Tapajós — PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: