Ônibus saiu do Pará – Polícias Civil e Científica do PR ouvem motorista e identificam 15 dos 19 mortos em acidente

image_pdfimage_print

No Pará, equipes socorrem às vítimas do ônibus que sofreu acidente às 8h30 desta segunda-feira (25) próximo à Curva da Santa (Foto:Reprodução / Secretaria de Segurança Pública do Paraná)

Comitiva do Pará vai ao Paraná nesta terça-feira (26) com médico, perito, bombeiro, delegado de Polícia Civil e um major da Polícia Militar

A Secretaria da Segurança Pública do Paraná (Sesp) informou, nesta noite de segunda-feira (25), que trabalha de modo integrado para esclarecer as causas e atender às demandas do acidente com ônibus, ocorrido na manhã desta segunda-feira (25), na BR-376, km 668+10, sentido sul, em Guaratuba, litoral do Paraná. O órgão paranaense comunicou que já foram identificadas 15 vítimas fatais, mas por respeito às famílias das vítimas, a Polícia Científica do Paraná somente dará a identidade dos óbitos aos familiares e ao Governo do Pará.

A Sesp comunicou que está entrando em contato com as famílias e alguns até já fizeram o reconhecimento de seus entes. A secretaria também informou que está em contato direto com o Governo do Pará para alinhar questões referentes ao acidente, e nesta terça-feira (26), uma comitiva do Pará vai ao Paraná, com um médico, um perito, um bombeiro, um delegado de Polícia Civil e um major da Polícia Militar. Os profissionais devem chegar no início da tarde em Curitiba.

De acordo com informações preliminares, o ônibus saiu na sexta-feira (23) do Pará, com destino ao litoral de Santa Catarina. A previsão de chegada era para esta segunda-feira (25), por volta do meio-dia. No entanto, próximo às 8h30, ocorreu o acidente, próximo à Curva da Santa.

A Sesp disse que soube pelo governo estadual que o proprietário da empresa de turismo TC Pires da Cruz, dona do ônibus usado na viagem, também vai para o Paraná, para fazer as tratativas com a seguradora, a fim de providenciar o translado dos corpos.

“Além disso, conforme informado, aquele governo está fazendo a contratação de uma aeronave para levar os corpos para o estado do Pará. “Este trabalho está sendo em conjunto com nossa Polícia Científica, e com todas as diretrizes e respeito necessários”, acrescentou o secretário de Segurança Pública, do Paraná, Romulo Marinho Soares.

Ainda segundo a Sesp, quando um acidente de tal magnitude ocorre, a Polícia Científica do Paraná aciona a Comissão Permanente de Identificação de Vítimas de Desastres (DVI). No caso com o acidente com os paraenses, foram enviados sete peritos criminais para o local a fim de periciar tanto o acidente quanto atuar na preservação dos vestígios para auxiliar a identificação de todos os envolvidos.

IDENTIFICAÇÃO DAS VÍTIMAS

O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba realizou todas as 19 necropsias até o fim da tarde. Do total de corpos, dez são masculinos e nove femininos (três menores de 18 anos). “De todos, até o momento – 21h – 15 já foram identificados, todos por papiloscopia e, por respeito às famílias das vítimas, a Polícia Científica do Paraná vai fornecer a identidade dos óbitos aos familiares e ao Governo do Pará. “Conforme o protocolo de DVI, estamos entrando em contato com as famílias e alguns até já fizeram o reconhecimento de seus entes”, explica a perita Viviane Paola Zibe.

MOTORISTA NARRA ACIDENTE – De acordo com o delegado plantonista de Guaratuba, Cristiano Quintas, as investigações continuam e será instaurado um inquérito policial a cargo da Delegacia de Delitos de Trânsito de Curitiba (Ddedetran). O delegado informou que já ouviu o motorista do ônibus e ele não apresentava sinais de embriaguez.

“Ele relatou que teria detectado um problema nos freios, ao entrar em uma curva, mas não conseguiu entrar em nenhuma área de escape, bateu no guard rail, tombou e caiu em um desfiladeiro”, explica o delegado. Ainda segundo ele, serão ouvidas testemunhas e vítimas sobreviventes para apurar o trágico acidente ocorrido nesta manhã.

ATENDIMENTO ÀS VÍTIMAS – A Sesp divulgou, também, que o trabalho das equipes teve foco no atendimento às vítimas que estavam no local. A tenente do Corpo de Bombeiros, Ana Paula Inácio de Oliveira Zanlorenzzi, informou que todas as vítimas foram atendidas pelo protocolo de Sistema de Comando de Incidentes (SCI) e foram triadas de acordo com a gravidade de seus ferimentos e lesões.

“Os trabalhos de identificação das possíveis causas e do que poderia ter ocasionado estão sendo verificados pelos órgãos competentes”, completou a oficial dos Bombeiros.

Todas as vítimas foram encaminhas para hospitais da região. As vítimas em estado mais grave foram encaminhadas, via aeronave do BPMOA, para o Hospital Cajuru, em Curitiba e, também, para o Hospital São José, em Joinville. Já as vítimas leves e moderadas foram encaminhadas, por ambulâncias, a hospitais em Garuva e Joinville, no Estado de Santa Catarina. Também houve apoio de uma aeronave de Santa Catarina no transporte.

O tenente Henrique Arendt Neto, do BPMOA, conta que além dos transportes de vítimas, a aeronave também serviu para levar uma equipe especializada ao local. “Levamos uma equipe do Grupo de Operações de Socorro Tático – GOST junto com o canil, com cão especializado em busca de vítimas, para localizar aquelas que pudessem ter sido ejetadas do ônibus para a área de mata, por exemplo”, esclareceu.

O Corpo de Bombeiros utilizou caminhões de combate a incêndio e resgate, ambulâncias e viaturas de busca e salvamento, além de duas aeronaves do BPMOA. Também prestaram apoio, de forma integrada com o Governo do Paraná, viaturas da Concessionária Litoral Sul; Polícia Rodoviária Federal (PRF); aeronaves Águia de Santa Catarina; viaturas do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina; Polícia Militar de Santa Catarina e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Por:>Redação Integrada
25.01.21 22h44

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: