Polícia Civil prende homem suspeito de assassinar professor em Belém

image_pdfimage_print

(Foto:Reprodução) – Segundo a polícia, os registros feitos pelas câmeras de segurança ajudam a polícia a identificar o suspeito.

A Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (12) o homem suspeito de matar o professor Francinei Monteiro que foi encontrado morto dentro do seu apartamento no dia 10 de janeiro. Segundo a polícia, os registros feitos pelas câmeras de segurança ajudam a polícia a identificar o suspeito. Com o homem foi encontrado o celular da vítima e um cartão de crédito que foi usado para efetuar compras e também saques em dinheiro.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito deu detalhes sobre a morte do professor e disse em depoimento que Francinei teve as mãos amarradas e foi morto asfixiado com um cinto. Ele também disse matou o professor porque precisava de dinheiro para quitar uma dívida. A polícia também esclareceu que o suspeito era amigo da vítima e frequentava a casa do professor.

O homem foi indiciado pelo crime de latrocínio que é o roubo seguido de morte e já esta a disposição do sistema penal.

Crime
O corpo de um homem foi encontrado já em estado decomposição dentro de um apartamento localizado na Dr. Freiras, no bairro da Pedreira em Belém. Segundo os vizinhos, o professor Francinei já estava desaparecido há dias. Ele só foi encontrado após moradores sentirem um odor forte vindo do apartamento da vítima. Ainda segundo os moradores, o homem morava no 12º andar do prédio e era possível sentir o cheiro forte desde o terceiro andar. A vítima morava sozinha.
Na época do crime o Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras em Educação Pública do Pará (Sintepp) lamentou a morte do professor e a categoria pediu por justiça e pela prisão do assassino.

Por G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: