Dez pacientes com covid-19 da região da Calha Norte serão transferidos nesta quinta

image_pdfimage_print

O Estado já garantiu uma megaoperação para transportar pacientes de covid-19 de Oriximiná para outros municípios (Foto:Marcelo Seabra / Agência Pará)

O Governo do Pará programou a transferência, via aérea, para unidades da rede hospitalar estadual nas regiões do Baixo Amazonas e Tapajós

O Governo do Pará está monitorando a condição do sistema de saúde dos municípios da região da Calha Norte, no oeste do estado, na divisa com o Amazonas, com novas estratégias para tratamento da covid-19, como a ampliação de leitos, oferta de cilindros de oxigênio, transferências de pacientes e disponibilização de barco-hospital.

No fim da tarde desta quarta-feira (20), o secretário regional de Governo do Baixo Amazonas, Henderson Pinto, e o secretário adjunto de Estado de Saúde Pública, Sipriano Ferraz, foram verificar o atendimento oferecido à população no Hospital Municipal de Oriximiná, que atende pacientes com covid-19.

“Nós conseguimos montar uma megaoperação, aumentando o número de aeronaves para fazer as transferências de pacientes mais graves para os leitos que o Estado oferece em Juruti, Itaituba e Santarém,” informou Henderson Pinto.Para esta quinta-feira (21), está programada a transferência, via aérea, de 10 pacientes que estão na região da Calha Norte, no oeste paraense, para unidades da rede hospitalar estadual nas regiões do Baixo Amazonas e Tapajós.

Para atender Oriximiná, o governo oferece o serviço de transporte aeromédico e está doando equipamentos para o Hospital Municipal, como bombas de infusão para auxiliar no tratamento dos pacientes que precisam de respiradores.

Usina de oxigênioAtendendo pedido do Governo do Estado, o Ministério da Defesa autorizou o deslocamento de uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) que faz o transporte de uma usina de oxigênio hospitalar para o município de Oriximiná.

Foi uma aquisição da Prefeitura Municipal. A aeronave deve pousar no aeroporto do município entre esta quarta-feira (20) e quinta-feira (21), por volta da meia-noite.

LeitosFoi ampliada a quantidade de leitos clínicos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) disponíveis para os pacientes com covid-19 nas regiões do Baixo Amazonas e Tapajós.

Ao todo, serão 90 UTIs e 34 leitos clínicos, divididos entre os Hospitais Regionais do Tapajós, em Itaituba (60 UTIs e 24 leitos clínicos); do Baixo Amazonas, em Santarém (20 leitos de UTI e cinco leitos clínicos); e Hospital 9 de Abril na Providência de Deus, no município de Juruti (dez novos leitos de UTI e cinco leitos clínicos).

A estratégia é para garantir suporte, principalmente aos municípios da região da Calha Norte: Faro; Terra Santa; Óbidos; Oriximiná; e Juruti.Barco-hospitalO barco-hospital Papa Francisco, financiado pelo Governo do Pará, atracou na manhã desta quarta-feira (20), às 9h, para iniciar os atendimentos no distrito de Nova Maracanã, no município de Faro, oeste paraense.A embarcação foi enviada para dar suporte no atendimento de pacientes com sintomas leves e moderados da covid-19.

Por:João Thiago Dias / Com informações da Agência Pará

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: