Polícia fecha asilo clandestino onde idosos eram torturados, acorrentados e presos em celas

image_pdfimage_print

Parentes serão investigados por abandono de incapaz.  – (Foto:Reprodução-polícia Civil)

Acusados de torturar idosos em um asilo particular, que não tinha autorização para funcionar, um homem de 67 anos, e a esposa dele, de 57 anos, foram presos. Segundo a Polícia, a verdadeira dona do asilo, seria uma mulher que foi presa no ano passado em Senador Canedo, Goiás, também por manter, em um imóvel clandestino, idosos em situação precária.

A Polícia Civil tomou conhecimento da existência do asilo, que funcionava em uma casa no Setor Recanto das Graças, em Goiânia, depois que uma mulher de 31 anos, que havia sido internada por familiares para fazer tratamento contra a dependência química naquele local, conseguiu fugir na tarde da última segunda-feira, 4.

Após perambular durante toda a noite e madrugada sem saber onde estava, a mulher conseguiu chegar no dia seguinte pela manhã na 2º Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Trindade, onde registrou a ocorrência.

Com apoio de colegas da Delegacia Especializada no Atendimento ao Idoso (DEAI), de Goiânia, os agentes de Trindade foram até o local, e encontraram quatro idosos, com idades entre 62, e 102 anos, em condições precárias. “Além de uma idosa amarrada em uma cadeira, nós encontramos outra trancada em uma cela que estava repleta de fezes”, descreveu a delegada Débora Melo, titular da 2ª DPP de Trindade.

Parentes dos idosos, que pagavam mensalmente entre R$ 1.300, e R$ 2.000 pela internação, também serão investigados por abandono de incapaz.

“Nós precisamos saber agora se estes parentes tinham conhecimento da forma covarde como seus entes eram tratados ali, e também desconfiamos que a verdadeira dona do local seja uma mulher, irmã da agora autuada, que no início do ano passado foi presa por manter um asilo clandestino bem semelhante, em Senador Canedo”, descreveu o delegado Alexandre Alvim, titular da DEAI.

O casal preso no asilo no Setor Recanto das Graças foi autuado por maus tratos e tortura, crimes que, juntos, têm pena que varia de seis meses até oito anos de reclusão. Os nomes deles não foram divulgados. Após a interdição do asilo clandestino, os quatro idosos que estavam na casa foram encaminhados pela DEAI para outros abrigos em Goiânia.

Veja vídeos divulgados pela polícia!

 

 

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: