Altamira, no PA, fica sem leitos de UTI e deixa mais rígidas as restrições de circulação de pessoas

image_pdfimage_print

Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira — Foto: Pró-Saúde

Cidade resolveu aumentar as restrições como prevenção ao novo coronavírus.Em Altamira, sudoeste do Pará, o Comitê Municipal contra a Covid-19 definiu, nesta quarta (17) medidas mais rígidas de combate à pandemia no município.

Região Xingu fica sem leitos de UTI disponíveis para Covid-19

Entre as medidas estão a proibição de circulação de pessoas pelas ruas no horário entre 19h e 5h. Reuniões públicas com mais de dez pessoas também estão proibidas. Aulas presenciais estão suspensas.

Segundo as novas medidas, o comércio terá horário de funcionamento restrito. E a venda de bebidas alcoólicas está proibida, inclusive por serviço de entrega.

O Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), que atende a região, não tem mais vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Os municípios de Brasil, Medicilândia e Vitória do Xingu também adotaram as medidas. As cidades encaminhavam pacientes para o HRPT, para tratamento da Covid-19.

Por G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: