Suspeitos de usar cartões clonados em compras na internet são presos em Santarém

image_pdfimage_print

Vítimas caiam em golpes pela internet — Foto: TVCA/Reprodução

De acordo com informações da polícia, a dupla conseguia os dados das vítimas a partir de uma ferramenta online, uma espécie de vírus.

Um homem e uma mulher foram presos na quarta-feira (24) em Santarém, no oeste do Pará, suspeitos de estelionato e receptação, respectivamente.

De acordo com informações da polícia, o homem é suspeito de ser o responsável por clonar cartões de crédito de vítimas de várias cidades do Brasil. Com os dados desses cartões, ele fazia as compras em sites e fazia a retirada dos produtos em lojas físicas. Os produtos ficavam no apartamento da mulher presa por suspeita de receptação.

Ao G1 o delegado de Polícia Civil Lucivelton Santos contou que o suspeito tinha uma espécie de link com um vírus e a partir dessa ferramenta ele conseguia o número do cartão de crédito das vítimas, assim como o código de segurança, além de dados pessoais.

“Hoje em dia eles aplicam esse tipo de golpe online, por links ou aplicativos, não é presencial. Eles conseguiam os dados pessoais das vítimas e com essas informações eles faziam as compras”, disse o delegado.

Alguns dos itens comprados pela dupla estavam em um apartamento no Santarenzinho. A polícia identificou a loja que vendeu os produtos e solicitou que o material fosse devolvido ao estabelecimento. Os golpistas compravam móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Investigações

De acordo com o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, major Flávio Maciel, o núcleo regional de inteligência da PM já vinha investigando crimes eletrônicos em Santarém há cerca de cinco meses.

Nesse tipo de golpe, o criminoso consegue informações do cartão de crédito de terceiros, inclusive o código de segurança, e realiza compras pela internet, mas vai até à loja fazer a retirada do produto. “Há dias essa pessoa vinha fazendo compras em lojas de Santarém e retirando os materiais. Pelo que levantamos, uma loja teve um prejuízo aproximado de R$ 67 mil, uma outra de cerca de R$ 40 mil e uma terceira, no valor de R$ 12 mil. É um valor considerável para essa prática por somente três dias”, contou major Flávio Maciel.

O volume de compras com cartões para retirada em loja pela mesma pessoa chamaram a atenção de uma das empresas que comunicou o caso à polícia.

Ainda de acordo com o major, o estelionatário usou números de apenas três cartões de pessoas, nenhuma delas é do estado do Pará. Foram compradas geladeiras, centrais de ar, máquina de lavar, Tvs de 50″. “Quando ele foi fazer a retirada de um desses objetos em uma loja, ontem, ele foi reconhecido e foi preso. Já estava sendo monitorado pelo núcleo regional de inteligência. Depois disso foi feita diligência até o local onde esse material era guardado, no bairro Santarenzinho”, informou major Maciel.

Segurança nas compras
Para garantir maior segurança e se prevenir de golpes, o delegado Lucivelton Santos ressalta a importância de ter alguns cuidados. Um deles é não acessar links desconhecidos.

O delegado ressalta ainda que é muito importante que os usuários de cartões de crédito, tenham mecanismos para monitorar todas as transições feitas com o cartão.

“O ideal é que o consumidor tenha o número do celular cadastrado, ou tenha o aplicativo do banco, pois cada vez que uma compra for feita, o titular é comunicado. Uma vez tentaram clonar o meu cartão, verifiquei que realizaram uma compra e imediatamente eu consegui cancelar”, contou Lucivelton.

*Colaborou Érique Figueirêdo, da Tv Tapajós

Por Dominique Cavaleiro e Sílvia Vieira*, G1 Santarém — PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

 

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: