“Estava em um sonho”: caminhoneiro que atropelou casal na BR-101 teria usado drogas

image_pdfimage_print

Moto foi arrastada por mais de 30 km do local do acidente – Foto: DELL/ND – Motorista foi preso em flagrante e indiciado por dupla tentativa de homicídio qualificado; Justiça deve decidir se ele continua detido.

O caminhoneiro que atropelou um casal em uma moto, fugiu e dirigiu por mais de 30 quilômetros com uma das vítimas penduradas na cabine na BR-101, em Santa Catarina, continua detido em Balneário Camboriú, onde foi preso na tarde de sábado (6).

Segundo o delegado Uiliam Soares da Silva, responsável pelo caso, a Polícia Civil indiciou o motorista por dupla tentativa de homicídio qualificado, porque ele impossibilitou a defesa das vítimas.

“Não foi um acidente de trânsito. Ele jogou o caminhão em cima dos motociclistas com o intuito de causar a morte”, destaca o delegado.

O homem foi preso em flagrante e está detido na Central de Polícia aguardando a análise do judiciário, que tem 24 horas após o recebimento do relatório da polícia para decidir se mantém ou não a prisão. Caso a Justiça decida que ele deve continuar preso, o motorista será encaminhado ao sistema prisional.

Caminhoneiro foi preso após arrastar moto por 32 km – Foto: Reprodução/ND
Caminhoneiro foi preso após arrastar moto por 32 km – Foto: Reprodução/ND

“Estava num sonho”

De acordo com o delegado, o caminhoneiro é do Rio Grande do Sul e disse que voltava de uma viagem a São Paulo. “Ele afirmou que não ia falar porque não se lembrava dos fatos. Falou que achou que estava num sonho e não sabe nem precisar o que fez. Disse que estava há muito tempo sem dormir, que fez uso de rebite para ficar acordado e que pode ter usado cocaína e remédio tarja preta”, disse o delegado.

Leia mais:

Na cabine do caminhão, os policiais rodoviários federais que atenderam a ocorrência encontraram cocaína. O teste de bafômetro também foi feito, mas apontou resultado negativo para ingestão de álcool.
Vítima está internada em estado gravíssimo

O casal que estava na moto vinha de um passeio a Campo Alegre, no Planalto Norte. Eles costumavam passear pelas cidades com a motocicleta nova, sonho do marido, comprada há cerca de dois meses.

Anderson e Sandra voltavam de um passeio a Campo Alegre quando o acidente aconteceu – Foto: Redes sociais/ND
Anderson e Sandra voltavam de um passeio a Campo Alegre quando o acidente aconteceu – Foto: Redes sociais/ND

A garupa da moto, Sandra Pereira, de 47 anos, continua internada em estado gravíssimo no Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí. Segundo um familiar do casal, ela teve perfurações em órgãos, lesões na face e quebrou o fêmur e a bacia.

Já o marido dela, Anderson Pereira, foi encaminhado para o Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, e deve receber alta ainda neste domingo (7), embora esteja muito abalado.
Relembre o acidente

O acidente ocorreu na tarde de sábado (6), no sentido Sul da BR-101, em Penha. O caminhão e a moto em que estava o casal se chocaram e o motorista do veículo fugiu do local. Sandra, que estava na garupa, caiu e foi levada pelo helicóptero Arcanjo ao hospital em estado grave.

Já Anderson foi arrastado junto com a moto pelo caminhão. Ele conseguiu subir até a cabine, onde ficou pendurado por mais de 30 quilômetros até que o caminhoneiro parasse, já em Balneário Camboriú. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista só parou após outro caminhoneiro fazer o caminhão reduzir a velocidade e puxar a mangueira de ar dos freios.

Este vídeo mostra Anderson pendurado na cabine depois da colisão:

Após a parada, o caminhoneiro foi retirado à força do veículo por pessoas que assistiram à cena. Vídeos mostram ele sendo hostilizado e agredido antes de ser levado à delegacia pela Polícia Militar.

Fonte:NDmais/Por Juliane Guerreiro, Joinville

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: