Hospital recebe caixas com serpentes; material foi extraviado de embarcação

image_pdfimage_print

Enviado pela Alcoa, material teria UFOPA como destino. Mineradora informou que o material biológico (ofídios) devidamente embalado e identificado.

Uma encomenda no mínimo inusitada causou pânico e estranheza entre os funcionários do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) que se depararam com duas caixas térmicas cheias de serpentes na quinta-feira (3).

O material, remetido pela mineradora Alcoa, tinha como destino a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) em Santarém, no oeste do Pará, e foi entregue por engano no hospital.

De acordo com a Alcoa, a médica veterinária e coordenadora do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) da empresa embarcou em Juruti com o material biológico (ofídios) devidamente embalado e identificado com destino a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), em Santarém.

Os isopores foram despachados juntamente com as outras cargas da embarcação, mas ao chegar em Santarém a médica veterinária percebeu que as caixas térmicas não estavam mais na embarcação, concluindo, portanto, que alguém teria levado o material por engano.

Foto: Redes sociais
Foto: Redes sociais

Ao perceber o extravio dos isopores, a médica veterinária registrou um boletim de ocorrência para informar sobre o desaparecimento do material. Posteriormente ela foi informada que as caixas térmicas estavam no prédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), onde a mesma retirou a carga e levou pessoalmente ao destino.

E as serpentes?

Foto: Redes sociais
Foto: Redes sociais

As serpentes, que estavam embaladas em duas caixas térmicas de isopor, estavam mortas e congeladas. O material tinha como destino o Laboratório de Ecologia e Comportamento Animal da Ufopa para aproveitamento científico.

Por nota, a Alcoa informou ao G1 que o envio de material biológico para instituições de ensino e pesquisa é recomendada pelo órgão ambiental como importante contribuição para estudos científicos.

Posicionamento da Ufopa
Por nota, o Laboratório de Ecologia e Comportamento Animal, do Instituto de Ciências da Educação (ICED) da Ufopa, informou que o material já se encontra na instituição. Em geral, são animais encontrados mortos ou que estavam machucados e não se recuperaram e, de acordo com os procedimentos da Alcoa, são encaminhados a instituições para estudo.

Ainda segundo a nota, a partir de agora a Ufopa é fiel depositária do material que fará parte da coleção herpetológica da Universidade, ficando à disposição para pesquisas tanto da comunidade interna quanto de outras instituições.

 
Foto: Redes sociais
Por: Dominique Cavaleiro, G1 Santarém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: