Pará tem 1 milhão de doses para atualizar vacinação de crianças e adolescentes

image_pdfimage_print

Segundo o Ministério da Saúde, neste sábado, os postos de saúde do estado abrirão com oferta de 13 vacinas para crianças até nove anos e oito para adolescentes de 10 a 15 anos.

Neste sábado (16), postos de saúde de todo país estarão de portas abertas, disponibilizando 21 vacinas contra doenças que ainda não estão eliminadas e, portanto, representam riscos para quem não estiver imunizado. O Pará recebeu 1 milhão de doses de vacinas para colocar em dia a situação vacinal de crianças e adolescentes do estado. Desse total, 574,6 mil são doses extras destinadas para a campanha de Multivacinação 2017, que acontece até a próxima sexta-feira (22).

Neste ano, a campanha convoca mais de 47 milhões de crianças menores de cinco anos, crianças de nove anos e também adolescentes de 10 a 15 anos incompletos, para atualizarem o calendário vacinal. Segundo o Ministério da Saúde, mais da metade (53%) desse público já deveria estar com o seu calendário de vacinação completo e alerta sobre os riscos da baixa cobertura vacinal.

O ministro da Saúde Ricardo Barros enfatiza que só com a conscientização da importância das vacinas a população brasileira estará protegida de uma série de doenças que são facilmente preveníeis apenas com a vacinação. “Este sábado é uma excelente oportunidade para incluir, no programa da família, a ida aos postos de saúde e verificar a situação das carteiras de vacinação de crianças e adolescentes”, diz.

A ação envolverá 36 mil postos fixos de vacinação e 350 mil profissionais de saúde. Além do envio de 143,9 milhões de doses de vacina de rotina, o Ministério da Saúde ainda distribuiu aos postos de saúde 14,8 milhões de doses extras de 15 vacinas para a campanha. A campanha publicitária deste ano traz o slogan “Todo mundo unido, fica mais protegido”, chamando pais e responsáveis para a mobilização.

O ministro da Saúde Ricardo Barros enfatiza que só com a conscientização da importância das vacinas a população brasileira estará protegida de uma série de doenças que são facilmente preveníeis apenas com a vacinação. “Este sábado é uma excelente oportunidade para incluir, no programa da família, a ida aos postos de saúde e verificar a situação das carteiras de vacinação de crianças e adolescentes”, diz.

Vacinas

Em nota técnica, a Divisão de Imunizações da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) reforça que, tendo em vista a complexidade do atual Calendário Nacional de Vacinação, é fundamental que toda a população alvo compareça aos locais de vacinação levando a caderneta de vacinação, para que os profissionais de saúde possam avaliar se há alguma vacina que ainda não foi administrada ou se há doses que necessitam ser aplicadas, para completar o esquema vacinal para cada vacina preconizada atualmente pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

Segundo o MS, o PNI distribui cerca de 300 milhões de imunobiológicos anualmente, dentre vacinas e soros, além de oferecer à população todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no Calendário Nacional de Vacinação. Nos últimos cinco anos, o orçamento do PNI cresceu mais de 140%, passando de R$ 1,2 bilhão, em 2010, para R$ 4,3 bilhões, em 2017.

Influenza

O Ministério da Saúde também informa que a multivacinação também é uma oportunidade para municípios que ainda tenham vacina contra influenza continuem a vacinar o público-alvo da campanha (menores de 15 anos).

Confira as vacinas disponíveis:

Calendário de Vacinação da Criança

BCG – ID

Hepatite B (mantida dose ao nascer)

Penta (DTP/Hib/Hep B)

VIP (Vacina Inativada Poliomielite)

VOP (vacina oral contra pólio)

VORH (Vacina Oral de Rotavírus Humano)

Vacina Pneumocócica 10 valente

Vacina febre amarela

Tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba)

DTP (tríplice bacteriana)

Vacina meningocócica conjugada tipo C

Tetraviral (Sarampo, rubéola, caxumba, varicela)

Hepatite A

Calendário de Vacinação do Adolescente

Hepatite B

dT (Dupla tipo adulto)

Febre amarela

Tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba)

dTpa

HPV

Vacina meningocócica conjugada tipo C

Fonte: G1 PA.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: