Pará tem mais quatro casos de covid-19: passam a 45 os paraenses com a doença

image_pdfimage_print

Três novos casos são de Santarém e um é de Ananindeua, confirmou a Sespa esta manhã(Foto:Reprodução)

O Pará tem mais quatro pessoas com quadros confirmados para a covid-19, como informou, na manhã desta quinta-feira (2) a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), em suas redes sociais. Agora o Estado soma 45 pessoas com a confirmação da doença. Do total de casos confirmados, apenas dois estão acima dos 60 anos. A outra pessoa nessa faixa etária, considerada uma das de maior risco, foi a única vítima morta até agora, que tinha 87 anos.

As recomendações do Ministério da Saúde são: lavar bem as mãos e pulsos ou usar álcool gel para higienização; evitar contatos físicos desnecessários, cobrir boca e/ou nariz ao tossir e/ou espirrar; não compartilhar alimentos e/ou talheres; higienizar estações de estudo ou trabalho; ao retornar de viagens onde há casos confirmados, com ou sem contato com casos suspeitos, é importante acionar os órgãos municipais de saúde e se afastar de atividades de estudo ou trabalho por, pelo menos, 14 dias. Os principais sintomas são febre, falta de ar e tosse seca. Para manter a população informada a respeito do novo coronavírus, o Ministério da Saúde atualiza, diariamente, os dados na Plataforma IVIS, com números de casos descartados e suspeitos, além das definições desses casos e eventuais mudanças que ocorrerem em relação a situação epidemiológica. Os dados locais do Pará são atualizados, pela Sespa, em boletins especiais, que saem pelo Twitter.

Durante 24 horas por dia, a Prefeitura de Belém mantém o telefone (91) 98417-3985 para informações gerais e casos de suspeitas de covid-19. Há outros canais, para situações menos urgentes, que funcionam de 8h às 22h: (91) 3184-6110, (91) 98568-3067 e (91) 98568-6203. Nas redes sociais da Prefeitura há também informações oficiais sobre a doença e formas de prevenção

Os novos diagnósticos com resultado positivo para a covid-19 são de uma mulher de 48 anos, de um homem de 51 anos e outro home de 54 anos, todos de Santarém – que ontem confirmou a primeira morte causada pela doença em solo paraense. O quarto diagnóstico positivo para a covi-19 é para um homem de 64 anos de Ananindeua.

No atualização da situação paraense da covid-19, feita pela Sespa às 11h, o estado tem 45 casos confirmados, um óbito, 43 casos em análise e 901 casos já descartados.

Leia Também:1º morte covid-19 no Pará- Sespa confirma com documentos morte de idosa pela covid-19 em Alter do Chão
 
Casos

Até a noite desta quarta-feira (1) estavam confirmados 41 casos em todo o Pará, contando o óbito em Santarém. A morte ocorreu em Alter do Chão, e foi divulgada apenas nesta quarta após checagem de informações. A vítima foi uma idosa de 87 anos, que morreu no dia 19 de março, mas cujo caso não foi inicialmente informado ao sistema de saúde do Pará.

Até ontem, às 18h, os casos de covid-19 no Pará estavam divididos em onze municípios: Belém (25), Ananindeua (7), Marituba (1), Castanhal (1), Barcarena (1), Abaetetuba (1), Itaituba (1), Marabá (1), Parauapebas (1), Tucuruí (1) e Santarém (1). Também estavam registrados até esta quarta-feira 83 casos em análise e 857 casos descartados.

Apenas nesta quarta-feira, a Sespa havia confirmado sete novos casos, contando com o óbito em Santarém. Às 11h09, foram divulgados os seguintes casos: mulher, 19 anos, de Belém, que veio de São Paulo; homem, 31 anos, de Belém, profissional de saúde; mulher, 25 anos, de Ananindeua, que esteve na Europa. Às 11h11, os outros três: mulher, de 33 anos, de Belém, caso em investigação; mulher, de 41 anos, de Barcarena, profissional de saúde; mulher, de 47 anos, de Belém, que relata contato do paciente positivo.

O QUE FAZER EM CASO DE SUSPEITA DO NOVO CORONAVÍRUS

As recomendações do Ministério da Saúde são: lavar bem as mãos e pulsos ou usar álcool gel para higienização; evitar contatos físicos desnecessários, cobrir boca e/ou nariz ao tossir e/ou espirrar; não compartilhar alimentos e/ou talheres; higienizar estações de estudo ou trabalho; ao retornar de viagens onde há casos confirmados, com ou sem contato com casos suspeitos, é importante acionar os órgãos municipais de saúde e se afastar de atividades de estudo ou trabalho por, pelo menos, 14 dias. Os principais sintomas são febre, falta de ar e tosse seca.

Para manter a população informada a respeito do novo coronavírus, o Ministério da Saúde atualiza, diariamente, os dados na Plataforma IVIS, com números de casos descartados e suspeitos, além das definições desses casos e eventuais mudanças que ocorrerem em relação a situação epidemiológica. Os dados locais do Pará são atualizados, pela Sespa, em boletins especiais, que saem pelo Twitter.

Durante 24 horas por dia, a Prefeitura de Belém mantém o telefone (91) 98417-3985 para informações gerais e casos de suspeitas de covid-19. Há outros canais, para situações menos urgentes, que funcionam de 8h às 22h: (91) 3184-6110, (91) 98568-3067 e (91) 98568-6203. Nas redes sociais da Prefeitura há também informações oficiais sobre a doença e formas de prevenção.

Fonte:Redação Integrada de O Liberal
02.04.20 10h39
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: